Classificados

Administração

Patrocinadores

 Visitem os Patrocinadores
dos Nobres do Grid
Seja um Patrocinador
dos Nobres do Grid
Respeitável público! PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Monday, 04 February 2013 01:26

 

 

Caros amigos, quando eu era criança, adorava ir ao circo e ver os trapezistas, o globo da morte, os palhaços – claro – mas eu era fã mesmo do dono do circo, que entrava no picadeiro de fraque e cartola e bradava, quase dispensando o microfone, aquele “respeitável público”.

 

Depois de muita enrolação e uma ‘silly season’ morna, quase gelada a temporada 2013 da Fórmula 1 vai começar. Os primeiros carros – e as primeiras polêmicas – também vem no pacote que, enquanto os amigos leitores leem esta coluna ao longo da semana, todos (ou quase) irão para a pista para os primeiros testes pré-temporada.

 

A primeira ‘polêmica’ não é bem uma coisa conflitante, estando mais para intrigante: no final da temporada passada, começaram os rumores de que haveria uma alteração no regulamento para acabar com o horroroso bico de quase todos os carros (exceção da McLaren e da Marussia), carinhosamente apelidado de ‘Nariz do Prost’.

 

Daí apresentaram uma espécie de montagem, com uma estrutura  sobre o – feio, mas eficiente – degrau. Oras, se iam montar um apêndice estético, aquilo poderia ser mais uma coisa pra ‘voar na direção da cabeça do piloto’. Se é pra mudar, que mudem de verdade, certo? Pois bem: apresentados os primeiros carros, temos uma interessante pluralidade nos projetos.

 

No time dos com 'bico de carro de corrida', McLaren, Force Índia e Ferrari, com as duas últimas abolindo o bico achatado.

 

Quem ‘largou na frente’ foi a “Nega Genii”, que confirmou a dupla de pilotos do ano passado, Kimi ‘Tô nem aí’ Raikkonen e Romain ‘Crash Test’ Grosjean. Menos preta e ‘mais Genii’, a escuderia – que não é francesa, não é malaia, e teima em não ser inglesa – apresentou o “sexy” e21... com o mesmo bico achatado do ano passado!

 

Minha maior curiosidade é sobre o ‘de onde tiraram o sexy’. Desde quando aquele nariz torto do Prost é sexy? Nem aqui nem na França! Nem a Barbra Straissen, com seus cintilantes olhos azuis e aquela ‘napa tucanesca’ é sexy. Se comparado aos ‘estilosos’ bicos da McLaren, que manteve o design dos anos anteriores e da Ferrari, que mudou o seu para quase uma flecha, alguém parecia estar ‘apostando contra a banca’ diante do que viria a seguir.

 

Entre os 'tradicionalistas', a "Nega Genii" e a Red Bull (roxa). As quatro primeiras do mundial com duas seguindo tendências opostas.

 

A McLaren, no início da temporada passada, parecis ter tudo para ser campeã... mas pelo meio do caminho, algumas quebras, alguns erros de pit e alguns acidentes tiraram as chances de Jenson Button e, principalmente, Lewis Hamilton de chegar ao final da temporada brigando pelo título. Agora a responsabilidade está toda sobre os ombros de Button, uma vez que Sergio Perez e quase um novato.

 

A Ferrari foi pra Alemanha, usar o túnel de vento da Toyota quando esta tinha equipe na Fórmula 1, para estudar seu carro novo, uma vez que os dois últimos nasceram bem problemáticos (E inacreditável que aquele prédio todo coberto de sigilo em Maranello não passe de um elefante branco). O carro ficou bonito, agora é ver se anda. Nos primeiros treinos, Fernando Alonso não vai pra pista, só Felipe Massa.

 

No melhor estilo "em cima do Muro" ficou a Sauber, que levantou as laterais, mas deixou o degrau no meio. 

 

Voltando a questão dos bicos – chatos ou não – a Sauber apresentou um “meio termo”: o degrau está lá, mas as laterais do mesmo fazem a curva harmônica de um bico “normal”. Seria a equipe de Peter Sauber e da ‘imperatriz das pistas’, Monisha Kaltenborn, a dona da grande descoberta estético-aerodinâmica da temporada? Se for, logo todos – ou quase – irão copiar.

 

A Mercedes foi a protagonista neste final de semana de uma enorme trapalhada. Eles até tentaram ser modernos, fazendo uma apresentação virtual do carro com os fãs da marca da estrela das três pontas acessando a conta do twitter da equipe e, aos poucos, ir abrindo a porta dos boxes. O problema é que foi tanta gente acessando que o servidor da equipe travou! A assessoria de imprensa pediu desculpas e informou que o carro, que está a caminho da Espanha, será apresentado no autódromo, antes dos testes começarem. É, pelo visto, as flechas de prata continuam longe dos tempos em que Juan Manuel Fangio e Stirling Moss ganhavam tudo!

 

E no domingo, a Red Bull apresentou um carro... ROXO! Que horror, e ainda por cima com o tal bico maldito. Agora temos uma divisão interessante entre os narigudos e os ‘estilosos’. Resta ver o que a “micada” Mercedes vai apresentar. Mas em matéria de ‘mico’, o consultor da Red Bull, que insiste em escrachar o Mark Webber tomou um ‘cala a boca, Magda’ do chefe da equipe, Christian Horner, que insistiu em condições iguais para seus pilotos.

 

Por falar em assuntos na terra e da galera do chucrute, quem anda enrolado – de novo? – por lá é o homem da cartola, do ‘respeitável público’, o bom velhinho.

 

Bernie Ecclestone cancelou as negociações com o circuito de Nürburgring, que pelo rodízio estabelecido com Hockenheim deveria sediar o GP da Alemanha. A revista alemã 'Der Spiegel' do domingo passado colocou o assunto nas manchetes, trazendo à tona os graves problemas financeiros do circuito, com os responsáveis, inclusive, tendo declarado a falência do complexo. Para evitar a insolvência, a pista chegou a receber apoio do governo, mas, em seguida, enfrentou um novo revés. A Comissão Europeia iniciou uma investigação, alegando que a assistência não foi concedida em condições de mercado.

 

O bom velhinho, que já está enrolado até o ultimo fio cabelo castanho que ainda lhe resta (se é que resta algum) com a justiça alemã, afirmou que estava trabalhando duro para manter a famosa pista no calendário de 2013. Porém, em declaração à publicação germânica, as conversas foram interrompidas, porque o chefão da F1 não aceitou o acordo proposto pelos responsáveis pelo circuito.

 

Assim, Hockenheim pode vir a ser a sede do GP... da Europa! Acontece que o pessoal lá de Nurburgring quer fazer valer o direito de sediar a corrida do país, marcada para o dia 7 de julho. Caso os administradores consigam complicar a vida da categoria, a saída seria mesmo trocar o nome do GP... na cara de pau!

 

Enquanto isso, no balcão do cafezinho...

 

A CBA já tem seu primeiro imbróglio do segundo mandato do “homem que ri”. A Comissão Nacional de Kart, sob responsabilidade do paranaense Rubens Gatti, que ‘emplacou’ o 1º vice-presidente da ‘nova’ gestão conseguiu fazer uma daquelas coisas que só ‘cartola’ brasileiro sabe fazer.

 

O processo de homologação de motores para o próximo triênio está chegando ao fim. Este processo tem como finalidade buscar uma ‘equalização dos motores para que ninguém leve vantagem sobre os outros. Para o novo processo a CBA indicou os motores da italiana Parilla como base para todos que homologaram seus produtos junto à Comissão Nacional de Kart. Tudo estaria bem se não fosse um ‘pequeno detalhe’: A Parilla desenvolveu um novo motor e pode ter ficado um passo à frente das demais!

 

Rubens Gatti, presidente da CNK, confirmou que o projeto entregue pela Parilla está diferente dos demais. “Havia um acordo de cavalheiros. A gente tinha conversado que deveria ser igual ao motor antigo da Parilla. Isso não foi desenhado, colocado no papel. Eles fizeram um desenho diferente e a gente vai avaliar no que pode interferir. Não dá para dizer se é melhor ou pior”, disse Gatti, numa inocência absurda, como se os italianos fossem fazer um motor pior do que o que tinham antes. Começou bem, CBA... começou bem.

 

E Felipe Massa não vai estar representando o país sozinho no grid de 2013. Luiz Razia, o baiano de Barreiras, que começou correndo de gaiolas nem pistas de terra, depois de conseguir ser vice campeão da GP2 na temporada passada, vai assumir como titular um dos carros da Marussia, uma das ‘nanicas’ que restou.

 

Depois de seguir o caminho da F. Renault brasileira e da F3 Sudam antes de ir para a Europa e disputar a F3000 antes da GP2. Em 2010, ele fez parte do programa de jovens pilotos da Virgin (hoje Marussia) e mudou para a Caterham no ano seguinte. Na última temporada entrou para o programa de jovens pilotos da Red Bull, tendo participado dos treinos dos novatos com Force Índia e Toro Rosso, É um tiro curto, 1 ano de contrato e uma obrigação de andar na frente do companheiro de equipe – Max Chilton – e dos pilotos da Caterham, Charles Pic e Giedo Van Der Garde.

 

Com a assinatura de contrato de Van Der Garde, Bruno Senna ETA tecnicamente fora do grid de 2013 uma vez que a vaga restante é na Force Índia e está entre Adrian Sutil e Jules Bianchi.

 

Mas se nós criticamos os dirigentes brasileiros, há que se criticar também os estrangeiros. A Audi anunciou os times dos seus três carros para a temporada de 2013 no Mundial de Endurance. Lucas Di Grassi fará parte do terceiro carro, ao lado de Marc Gené e Olivier Jarvis. Este carro deverá disputar as 6 Horas de Spa Francorchamps e as 24 Horas de Le Mans... nas demais provas, apenas os dois primeiros carros tomarão parte e Lucas não deve correr no Brasil!!!

 

Ainda na Alemanha, a programação da DTM será diferente em 2013. A principal mudança diz respeito aos treinos livres de sexta-feira: não tem mais! Os carros só vão pra pista no sábado, por 90 minutos na manhã do sábado. Tomada de tempo à tarde e corrida no domingo. O treino da classificação vai ser uma hora mais tarde, (09:40) horário de Brasília. Até aí tudo bem. Duro foi entender o horário de corrida.

 

A largada passa das 09:00 hs para às 08:30 hs, horário de Brasília. O promotor da categoria, Hans Werner, explicou que a alteração no horário da corrida facilitará aos espectadores que acompanhem também as disputas da MotoGP. “Estamos nos tornando funcionais e mostrando espírito esportivo: por exemplo, com os novos horários na TV, permitimos aos fãs do esporte a motor que assistam às etapas do Mundial de Motovelocidade”, disse. Em 2012, vários eventos das duas categorias aconteceram ao mesmo tempo.

 

Acontece que a largada da Moto GP é às 09:00 hs da manhã e a corrida dura 40 a 45 minutos, enquanto a prova da DTM dura mais de uma hora. Não era melhor adiar a largada da DTM em uma hora e evitar o conflito de horários?

 

Um abraço e até a próxima,

 

Fernando Paiva

 

 

 

 

Last Updated ( Monday, 04 February 2013 01:49 )