Classificados

Administração

Patrocinadores

 Visitem os Patrocinadores
dos Nobres do Grid
Seja um Patrocinador
dos Nobres do Grid
NdG "Na Galera"! PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Thursday, 31 January 2013 21:31

 

O Kartódromo Internacional do Parque Beto Carrero oferece ao público que vai aos seus eventos uma estrutura de atendimento muito boa. Todos os locais destinados ao público são cobertos e oferecem uma visibilidade praticamente total da pista.

 

Para o Desafio Internacional das Estrelas foram disponibilizados .... tipos de ingresso:

1) Arquibancada geral

Localizada no setor 1 do evento, além da arquibancada coberta, com grande visibilidade do evento havia o telão de LED com transmissão ao vivo do evento de frente à arquibancada. Para o conforto do público, havia quiosques com lanches e bebidas, além de banheiros químicos (inclusive com unidades para portadores de necessidades especiais). O ingresso para este setor (válido para os dois dias) era de R$ 30,00. (inteiro) / R$ 15,00 (Meia entrada)*

* Números limitados de ingressos de meia entrada.

 

 

2) Torcida Vip Individual

Localizada no setor 3 do evento, além da arquibancada coberta e acarpetada, com grande visibilidade do evento, o torcedor recebia um kit com duas camisetas, uma para o sábado e outra para o domingo (de uso obrigatório). O telão de LED com transmissão ao vivo do evento também tinha uma das faces de frente à arquibancada. Para o conforto do público, havia quiosques com lanches e bebidas, além de banheiros químicos (inclusive com unidades para portadores de necessidades especiais). O ingresso para este setor (válido para os dois dias) era de R$ 120,00, sem meia entrada. O acesso para este setor era feito por uma portaria exclusiva.

 

3) HC VIP Individual

Localizados no setor 2 do evento, os seus ocupantes recebiam uma Credencial válida para os 2 dias (sábado e domingo) com acesso aos camarotes (de 25 e 50 pessoas) com Buffet incluso. Com grande visibilidade do evento, o torcedor vip tinha uma visão privilegiada, ainda com O telão de LED, com transmissão ao vivo do evento, também tinha uma das faces de frente para os camarotes. Para o conforto do público, havia um mobiliário e um projeto de paisagismo, além de sanitários e o acesso por uma portaria exclusiva. O ingresso para este setor era de R$ 280,00, sem meia entrada.

 

4) HC Vip Empresarial

Tinha a mesma estrutura do HC VIP Individual, mas era para venda em grupos fechados. Localizados no setor 2 do evento, os seus ocupantes recebiam uma Credencial válida para os 2 dias (sábado e domingo) com acesso aos camarotes (de 25 e 50 pessoas) com Buffet incluso. Com grande visibilidade do evento, o torcedor vip tinha uma visão privilegiada, ainda com O telão de LED, com transmissão ao vivo do evento, também tinha uma das faces de frente para os camarotes. Para o conforto do público, havia um mobiliário e um projeto de paisagismo, além de sanitários e o acesso por uma portaria exclusiva. O valor do espaço só era fornecido sob consulta.

 

 

Havia um estacionamento no local, que era pago à parte para qualquer tipo de ingresso.

 

Os mais abonados que nos perdoem, mas o bom mesmo é fazer a festa com a galera e o nosso site foi para o meio do público, conversar com eles e descobrir de onde vinham os espectadores deste festival de velocidade e interatividade que pudemos presenciar e até estimular, levando os pilotos na manhã de domingo até perto do público.

 

Como Penha, cidade onde fica o parque, é localizada em um ponto bem acessível, muitas pessoas das cidades vizinhas e até mesmo de outros estados estiveram presentes.

 

 

Da cidade de Blumenau, encontramos o grupo composto pelo Maiko, Juliana, Ivonei, Alexandra e Vinícius. Eles estavam vindo ao Desafio pela primeira vez e estavam muito animados. Disseram que a noite foi curta diante da excitação que foi o pequeno intervalo entre a corrida de ontem e a de hoje e que valia a pena levantar cedo para pegar um bom lugar na arquibancada. Estavam na torcida pelo Felipe Massa e pelo Bruno Senna.

 

Não muito longe também fica a cidade de Brusque. De lá encontramos o Jean, o Sergio, e o Edson. O trio estava mais acelerado que os motores de dois tempos dos karts.

 

 

Frequentadores das corridas de velocidade na terra, modalidade de grande sucesso no estado de Santa Catarina. Eles adoraram a corrida noturna, uma vez que não há este tipo de prova nos circuitos de terra batida e “vibraram” com a saída de pista de Fernando Alonso logo na primeira volta.

 

Pela primeira vez eles vinham ao Desafio Internacional das Estrelas e a torcida era toda do Felipe Massa.

 

O casal Marcelo e Fabiana tem uma estória bem engraçada. Durante alguns anos eles, moradores de Florianópolis, que tiveram o Desafio Internacional das Estrelas ali, pertinho de casa, nunca foram a uma edição.

 

 

Foi com a indicação de amigos que eles decidiram viajar os 114 Km que separam a capital catarinense do balneário de Penha para vir assistir o evento.

 

O casal é praticante de kart indoor e sempre que tem oportunidade colocam seus macacões e capacetes e vão para a pista. Em clima romântico, estava ali para curtir o momento e não manifestaram torcida especial por nenhum piloto.

 

Um pouco mais perto do que Florianópolis fica Joinville. Foi de lá que vieram os médicos Marcelo e Carolina, com os pequenos Pedro e Mariana. O casal adora automobilismo ejá está tentando ‘infectar’ os filhos e sobrinhos com o ‘velocitococus’.

 

 

Apaixonados por velocidade, sonham com o dia em que irão assistir ao vivo uma corrida de fórmula 1 em Interlagos. Não são nascidos em Joinville, mas moram na cidade há 10 anos e ambos já andaram de kart.

 

Disseram que a vida de médicos, muito puxada, com muitos plantões, sempre foi um complicador para poder acompanhar o automobilismo mais de perto e agora, com tantas estrelas reunidas em Penha, não dava para não vir assistir.

 

 

Vida dura mesmo teve o trio que chegou de Curitiba poucas horas antes da largada. Robinho, Guilherme e Steven trabalham na empresa Aethra, que patrocina carros e pilotos em competições de automobilismo.

 

Um sorteio na empresa, com sede na capital paranaense proporcionou aos três a chance de vir assistir a corrida, mas como não encontraram meios de assistir os dois dias de competição, vieram na madrugada, de ônibus, para assistir a prova do domingo.

 

Os três fizeram coro quando perguntamos por quem seria a torcida: Bruno Senna!

 

O lado negativo:

 

 

Infelizmente, como em todo grande evento neste país, a atuação de cambistas foi observada na entrada do parque. Contamos, próximo ao portão de entrada, cerca de 10 pessoas vendendo ingressos por até o triplo do preço anunciado no site oficial da competição.

 

Mas tivemos o lado que foi só alegria!

 

Tanto no sábado como no domingo, o público que lotou o kartódromo internacional do parque Beto Carrero teve a chance de ver os pilotos bem de perto.

 

Antes das largadas, a torcida gritava o nome dos pilotos e eles iam lá, acenava, jogavam beijos para a torcida... e nós entramos na brincadeira, indo até a grade para perguntar quem eles queriam ver de perto.

 

 

Todos os pedidos foram atendidos, mas um deu algum trabalho. O tímido Kamui Kobayashi parecia assustado ao ver uma arquibancada inteira gritando seu nome. Foi preciso a ajuda do catarinense Leonardo Nienkotter para o japonês ir até a beirada do asfalto (foi o máximo que ele topou) acenar para o público.

 

 

Bruno Senna, Felipe Massa, Cacá Bueno e até o Fernando Alonso foram até a grade.