Classificados

Administração

Patrocinadores

 Visitem os Patrocinadores
dos Nobres do Grid
Seja um Patrocinador
dos Nobres do Grid
Nobres Números! PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Wednesday, 06 January 2016 20:45

Caros amigos, o ano de 2015 foi um ano muito especial para nós que trabalhamos no Projeto Nobres do Grid. Tendo há alguns anos o Site como a locomotiva que vem puxando as demais ações que procuramos realizar junto ao meio do automobilismo, o crescimento no número de visitas é um fenômeno que nós não conseguimos entender, mas que nos deixa muito felizes.

 

Em alguns momentos, o número de acessos ao Site dos Nobres do Grid foi alavancado por circunstâncias que de alguma forma nos promoveu, inclusive mundialmente, como foi o caso das coberturas do Campeonato Mundial de Endurance em Interlagos, da Fórmula Indy no Anhembi e do WTCC em Curitiba. A complexidade das matérias produzidas e as ações que fizemos no seu decorrer expuseram o Site dos Nobres do Grid para um público que não imaginávamos que um dia atingiríamos: os estrangeiros!

 

Inspirado no Jornalista Victor Martins, do site Grande Prêmio, o mais visitado e renomado do país, que conta com uma excelente equipe de profissionais e de colaboradores, decidi expor os números que o Site dos Nobres do Grid totalizou no ano de 2015. Logicamente, bem mais modestos que os do Grande Prêmio, mas com um total surpreendente e uma diferença interessante.

 

Foram mais de 11,2 milhões de acessos ao todo em 2015, com a “quebra da barreira do milhão” de acessos em três meses, sendo no mês em que publicamos a entrevista com Nelson Piquet, nosso “recorde histórico”, com mais de 1,25 milhão de acessos. Se levarmos em conta de que o Site dos Nobres do Grid não se trata de um site de notícias, mas um site de colunas e artigos, é algo que nos deixa impressionados e curiosos: o que nosso público tanto lê?

 

Um outro aspecto que chama a nossa atenção – de uma forma inexplicavelmente impressionante – é a quantidade de acessos que o site tem fora do país. Eu não tinha prestado atenção nisso até perceber em nossos Anúncios Google coisas em idiomas diferente do português, como japonês, chinês, búlgaro, sérvio. Isto me levou a olhar algumas coisas do relatório de tráfego para as quais eu nunca havia dado importância.

 

Temos pouco mais de 35% de nossos acessos vindos do exterior. Destes, quase 20% vem da Ásia, principalmente do Japão, China, Índia e Coréia do Sul, mas tem também de outros países como Malásia, Indonésia Vietnã e Singapura. O público europeu também é grande. Portugal é onde temos mais acessos, mas a Dinamarca – especialmente depois da homenagem que organizamos para Tom Kristensen – Alemanha, França, Hungria e Itália tem fatias consideráveis.

 

No continente americano, os argentinos e os norte americanos tem quase a mesma faixa de acessos, mas canadenses, mexicanos e chilenos também possuem números expressivos. Bem, eu chamo de expressivo qualquer coisa acima de 1% do todo, uma vez que o site foi acessado em 2015 em 179 países. Será que todos viram aquela entrevista do WEC de 2012? Será que todos leram o release da Audi em 2014?

 

O que mais me deixa orgulhoso de ver o objetivo do Projeto Nobres do Grid sendo cumprido é ver que a seção mais visitada do site é a “Galeria de Heróis”, com quase 60% dos acessos. Com isso estamos levando a vida e a obra dos nossos “patrões”, os donos do site, para os quatro cantos do mundo e não tem nada mais gratificante do que isso.

 

Um outro número que impressiona são os quase 25% de acessos nas matérias históricas especiais que fizemos ao longo destes sete anos, com as primeiras corridas do Brasil, com o sonho dos irmãos Fittipaldi, com a “Conquista da F1” por Emerson, Wilsinho e Pace e mais recentemente com as exclusivas sobre o fechamento do autódromo de Curitiba e a espetacular entrevista de Nelson Piquet.

 

O restante dos acessos está bem distribuído entre as entrevistas, enquetes, colunas e as matérias técnicas que produzimos. Helio Castroneves foi o nosso colunista mais lido este ano, mas um fato despertou minha curiosidade foi ver que a coluna da Psicóloga Catarina Soares tem mais acessos fora do Brasil do que por aqui. E isso não se deu por conta de sua mudança para os Estados Unidos. Fui buscar números de 2014 e isso já acontecia.

 

Espantosa é a paciência deste leitor estrangeiro. O site não tem botões de tradução automática ou simultânea, o que leva o leitor de outro país que não fala português a ter que buscar meios de traduzir os textos que publicamos e se ele se dá a este trabalho, é porque o nosso trabalho está sendo bem feito. Talvez esta seja uma explicação para o tempo de conexão médio acima de 8 minutos.

 

Uma outra resposta ao nosso compromisso com a seriedade também pode ser medido fora do nosso provedor. Surpreendentemente, no Blog “Diário Motorsport”, do prestigiado jornalista Américo Teixeira, que fez uma recente votação para eleger os melhores da mídia que cobre o esporte a motor, tivemos quatro de nossos integrantes votados... entre eles eu (não sei porque, mas agradeço o voto).

 

Como disse o nosso colunista, Fabiano Esteves, em sua mais recente coluna, “que venha 2016”, e que nossos leitores continuem lendo o que publicamos e divulgando entre seus amigos, colegas de trabalho e estudo, o que estamos fazendo aqui no Brasil.

 

A história do nosso automobilismo e seus protagonistas agradecem!

 

Um abraço e até a próxima,

 

Fernando Paiva